We are Online Market of organic fruits, vegetables, juices and dried fruits. Visit site for a complete list of exclusive we are stocking.

Usefull links

Contact us

Blog
luz para plantas

Luz Para Plantas

Desmistificando a Fotobiologia na Iluminação para Cultivo Indoor (LUMENS, FOTONS, PPFD, entre outros.)

 

Salve galera tudo bem com vocês? Hoje, vamos abranger a diferença entre LED e HPS, buscando oferecer informações valiosas na hora de vocês optarem pela melhor luz para plantas disponível no mercado hoje para o cultivo.

Veja abaixo o texto do artigo e no final o vídeo na íntegra:

 

Fotobiologia 

É a ciência responsável por fazer estudos sobre os efeitos da luz em seres vivos. Esta área também inclui o estudo da fotossíntese e efeitos da radiação ultravioleta. É reconhecido que as respostas fotobiológicas são o resultado de alterações químicas ou físicas induzidas nos sistemas biológicos por radiação não ionizante.

 

 

Iluminação

 Falando um pouco sobre o quanto é importante acertar essa receita, muita iluminação quando mal utilizada, pode não trazer os resultados desejados, agora a iluminação correta, quando bem utilizada pode trazer resultados impressionantes.

O motivo deste artigo é mostrar para vocês a evolução nos equipamentos de iluminação, derrubar os mitos e trabalhar com fatores como:

  • Morfologia: Tamanho, Cor e Formato das plantas.
  • Biomassa: Resultado em peso final de colheita.
  • Terpenos: Gosto e Cheiro das plantas.

Visando oferecer o melhor para vocês, a GrowPlant criou uma área de estudo e pesquisa sobre iluminação, em uma série de vídeos iremos desmistificar esse tema, e o melhor, tudo baseado em dados técnicos e pesquisas cientificas.

 

 

Lumens, Fótons e PPFD

Primeiramente temos que entender o que são lumens, que é a intensidade da luz que nós humanos enxergamos, essa unidade de medida é usada de forma errada para quantificar a iluminação necessária para o crescimento de plantas. Para que ocorra a fotossíntese as plantas precisam de energia que vem da luz em forma de fótons, para medir a quantidade de fótons que uma fonte de luz produz em uma certa área, usaremos um medidor quântico ou contador de fótons, como o “Apogee”, que conta a quantidade de fótons por m²/s ou PPFD.

PPFD é a densidade de fluxo de fótons fotossintéticos, uma unidade de medida para aferir se o número de fótons que a planta está recebendo é o ideal para o pleno desenvolvimento, vendo a quantidade de luz que realmente atinge as plantas. É uma medição pontual de um local da sua planta que é feita em micromoles por metro quadrado por segundo.

 

 

Dica de Cultivo

As plantas que precisam de uma grande quantidade de luz para crescer com vigor, como, por exemplo, as Cultivares Frutíferas que necessitam em média de 750 de PPFD, já mudas, clones e plantas-mãe, podem ter sucesso com 400 a 600 PPFD, mas com apenas 200 a 400 µmol m2 s1 de PPFD se mantém. Para algumas plantas com fase de crescimento vegetativo, 400 a 600 µmol m2 s1 de PPFD pode ser suficiente. Já plantas com flores se beneficiarão da luz mais intensa, com 600 a 900 µmol m2 s1 de PPFD.

 

 

Principais Fontes de Iluminação

 As principais fontes de iluminação de alta potência, disponíveis no mercado para seu cultivo são: LED e HPS

HPS

A primeira e mais conhecida são as Lâmpadas de Sódio de alta pressão, ou HPS, é uma tecnologia utilizada a décadas para cultivo indoor e se utiliza de lâmpadas incandescentes.

Pontos Positivos: baixo custo do material(lâmpada) e baixo custo nos reatores magnéticos.

Pontos Negativos: troca periódica de lâmpada, baixa eficiência energética (menor número de fótons por watt consumido), alta temperatura da lâmpada, trazendo um custo maior em sistemas de ventilação, geralmente necessários 220w que seja dimensionado trabalhando com alta voltagem e amperagem. Por conter alto nível de vermelho profundo e infravermelho, as plantas costumam esticar verticalmente.

LED

As luminárias de LED apesar de existirem desde a década de 80, apenas nos últimos 5 anos começaram a ser usados para cultivo indoor profissional nos Estados Unidos. Isso foi possível pelo nascimento de 2 chips em especial, os chips COB que são onboarding, que consiste em centenas de mini LED’s em conjunto, montados em um chip, extremamente potentes, e os novos LED LM-301H da Samsung, são mega canhões de fótons, que utilizam pouquíssima energia, super eficientes e econômicos.

Não sei se já perceberam mas, em suas casas, grandes centros, cidades, avenidas até mesmo em carros importados, a iluminação que se utiliza são os LED’s, isso acontece porque eles produzem a maior quantidade de fótons/lúmens por Watt do que qualquer outra fonte de iluminação disponível no mercado. Mas nem sempre foi assim, durante anos as luminárias de LED, não tinham o fluxo de fótons suficientes para competir com a HPS, ai nasceu um mito de que LED não é tão potente quanto uma HPS, atualmente os avanços tecnológicos nessa área fazem os LED’s produzirem 40% mais fótons que uma HPS, usando a mesma quantidade de energia.

Pontos positivos: baixo consumo de energia, luz de espectro completo(branca como sol), gera menos calor, alta eficiência energética, 40% mais fótons por Watt comparado a HPS, simples instalação, luminárias bivolts e de baixa voltagem de operação de 36W, 50.000 horas de uso sem manutenção, espectro completo customizado para plantas.

Pontos negativos: custo elevado de compra comparado com a HPS.

 

 

Fótons e Plantas

Matéria Seca usando 600W LED x Matéria Seca usando 1000w HPS

HPS 1000W: fator médio para colheita de 0,5g por Watt.

LED 600W: fator médio para colheita de 1g por Watt.

Hoje, aprendemos o que a planta precisa para dar o seu máximo em resultado:

  •  Quantidade mínima de fótons
  •  Espectro correto

 

 

Reações Fotobiológicas e Morfológicas nas plantas

As luminárias de LED, costumam ter uma quantidade maior de azul na composição do espectro comparado com a HPS, isso impede o crescimento vertical das plantas que precisam ser mais compactas, por exemplo, em jardim indoor que possui baixo pé direito, ou utilizando cabines de cultivo. Todos esses fatores contribuem para a planta absorver o espectro correto para o crescimento morfológico pleno, com baixa temperatura, preservando terpenos e óleos essenciais.

 

 

Apogee

Apresentando melhor para vocês, o Apogee é um aparelho que serve para medir a quantidade de fótons por m²/s, para ter uma referência da qualidade ele é utilizado na NASA, vamos utilizar esse aparelho em conjunto com o Wattímetro que mede a quantidade de consumo por Watts, para fazer um ranking através de diversos sistemas de iluminação, para ver a quantidade de consumo e produção de fótons em comparação com cada um, então fiquem de olho nas nossas redes para acompanhar essa série.

 

 

Dessa vez, vamos ficando por aqui, espero que tenham aprendido um pouco mais sobre a iluminação adequada para seu cultivo, caso tenham alguma dúvida só perguntar aí em baixo. Para mais vídeos como este, inscreva-se em nosso canal do Youtube: Canal GrowPlant Cultivo Indoor

Comentários (2)

Deixe o seu comentário